Expulso do “BBB 12”, Daniel diz que foi nocauteado, mas confiou na Justiça

https://i1.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120321091231.jpg

Após o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro encerrar o inquérito policial contra o modelo Daniel Echaniz, suposto de ter estuprado a participante Monique Amin na primeira semana do “Big Brother Brasil 12”, a Globo promoveu uma entrevista do ex-BBB no “Mais Você”, de Ana Maria Braga.

Daniel entrou no programa acompanhado de seu irmão, Marcelo. Logo no início, ele recebeu o depoimento da mãe, que disse: “eu agora estou acordando de um pesadelo, estou no país das maravilhsa, se você já era uma pessoa digna, você vai estourar. Você sempre foi a nossa pedra preciosa”.

Durante o depoimento, a mãe do ex-brother mostrou a foto do pai dele. Emocionado, o modelo contou que seu pai morreu quando ele tinha 9 anos. “Foi bem difícil, foi bem barra para a gente. Ele trabalhava com muitas coisas, produzia shows, já foi arquiteto, trabalhou como modelo também, ele é argentino”, se emocionou ele.

Eliminado logo na primeira semana do “BBB”, Daniel contou quais seriam seus sonhos no reality: “Em primeiro lugar, eu queria ter uma casa própria”, disse. Após assistir a um vídeo de sua participação no programa, ele completou: “Eu também queria dar uma qualidade de vida boa para os meus irmãos”.

Já caso vencesse o “BBB 12”, Daniel revelou que com o prêmio de R$ 1,5 milhão gostaria de fundar uma ONG, motivado por um grande amigo, que por causa de um acidente acabou ficando deficiente físico.

O modelo também falou sobre sua família: “A nossa vida teve muitos momentos. Quando meu pai faleceu a nossa família se separou. Hoje em dia, a mamãe vende jornal, ela é uma pessoa que trabalha muito, acorda às 3h da manhã para trabalhar”. Ele emendou o assunto e falou sobre a acusação de estupro que sofreu: “Eu costumo dizer que cada dia é uma vitória. Este exemplo do que eu passei, todos têm suas opiniões, mas eu não tenho, em momento nenhum raiva, ou fico chateado”.

Sobre a decisão da Justiça, Daniel contou que sempre esteve confiante: “Eu fiquei quatro dias sem dormir, mas sempre fui muito confiante, acho que a justiça foi feita. Eu acredito muito na justiça, sempre acreditei”.

Quando recebeu a notícia dentro do confinamento, de que seria expulso, ele se sentiu nocauteado. Porém, mais uma vez ele reafirmou que confia na Justiça. “Eu tenho imagem de marrento, mas quando as pessoas vão me conhecendo, elas vão tirando esta imagem”, destacou ele.

Depois, Ana Maria Braga recebeu o ator Caio Castro no “Mais Você”. Daniel ficou na mesa do café da manhã e conheceu o Antenor de “Fina Estampa”, mas pouco falou.

Após a participação do ator, que provou bolos com a apresentadora, o modelo voltou à pauta. Ele recebeu a ligação de sua mãe, que falou com o filho e brincou que agora “está mais jovem”. “Eu sempre vou estar do seu lado. Te amo, meu filho”, disse ela.

Na sequência, Ana Maria perguntou se Daniel gostaria de mandar um recado para a ex-BBB Monique. Ele mandou: “Eu queria dizer a ela que de verdade, de todo o coração, não tenho raiva nenhuma dela. Porque as pessoas criam essa fofoca…. Tudo que eu passei as pessoas prejulgaram. Queria mandar um beijo pra ela. Ela é uma pessoa muito engraçada, é bom estar com ela”.

Fonte: Natelinha

Publicado em 21/03/2012, em televisão e famosos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s